28 de dezembro de 2014

A saga das compras para quem é cheinha e mais um ano novo

Meninas, tudo bem? Há quanto tempo não escrevo aqui? Desde Março..uau! Como a gente corre, como o tempo passa...desejo que esteja tudo ótimo por aí!

Hoje fiquei com vontade de fazer um post desabafo rsrs A gente já sabe que há muita limitação de modelos e tamanhos no Brasil, ou seja, as muito magras, muito altas, muito baixinhas, muito cheinhas, muito peitudas (meu caso), muito bundudas (meu caso também) sofrem para encontrar roupas. Pelo amor de Deus!! Se eu fosse louca o suficiente, totalmente irresponsável, abriria uma confecção que eu poderia chamar de "totalmente democrática", mas esquece isso, jamais rsrs

Bem, eu, com meus 70 e poucos quilos, busto e bumbum grandes, apesar de todo meu conhecimento de proporções e estilo, sofro demais para encontrar roupas bacanas. No final, vivo do conjunto "camiseta básica, uma calça bacana e um colar de alto impacto". Poxa, queria camisas, blusas, vestidos legais, saias, macacões, bermudas, etc etc etc, mas NÃO ENCONTRO! Sabem quem me salva? Vocês não vão acreditar, mas são as marcas mais populares como Renner e Zara. 

Enfim, as Consultoras de Imagem têm que bater muita perna pra vestir suas clientes mais comuns - afinal, o Brasil é assim, repleto de mulheres "cheinhas" e quem não tem uma consultora com quem contar, sofre igualmente, ou mais, porque é uma verdadeira peregrinação por shoppings e lojas, não é?


Beijos com muito carinho!

  Carmen Martins
  PS: neste blog ainda não se adotam as novas regras de ortografia